19112020_48.jpg

Quem somos

Um levantamento feito pela ONG Rede Nossa São Paulo aponta que 33% das mulheres que moram na capital, o que corresponde a 1.219.438 mulheres, cuidam sozinhas de seus filhos. Grande parte delas encara uma jornada tripla de trabalho e, mesmo assim, muitas vezes não consegue garantir o básico para suas famílias.

O Coletivo de Apoio à Maternidade Solo atua arrecadando doações para serem distribuídas às famílias chefiadas por mulheres que estão em situação de risco alimentar e sujeitas a inúmeras vulnerabilidades sociais. Sabemos que a maternidade solo já enfrentava desafios antes da pandemia e, com sua chegada, essa situação se aprofundou.

Nossa missão é mostrar que estas mães não estão sozinhas. Por meio de conversas no WhatsApp, arrecadamos doações para montar um kit de alimentos e demais itens para cada família (cestas básicas, leite integral, ovos, frutas, verduras e fórmulas infantis para bebês que não estão em aleitamento materno).

Sabemos que o apoio oferecido diz respeito a um direito básico: a alimentação. Queremos apoiar as famílias em maternidade solo e ampliar o acesso a esse direito: uma infância saudável para os bebês e crianças, oferecendo o básico para que possam crescer com saúde.

Também buscamos auxiliá-las na compra do gás de cozinha, uma vez que de nada adianta doarmos alimentos se não há como cozinhá-los. Por vezes, atuamos no combate de grandes “incêndios”, ajudando mulheres que estão correndo o risco de serem despejadas com suas crianças ou sofrendo algum tipo de violência. Queremos ampliar essa frente de atuação.

 

Nossa história

Juntos descobrimos que podemos fazer a diferença!

Em março de 2020, a pandemia de Covid-19 chegou ao Brasil e, com ela, uma crise econômica e social. Segundo dados do IBGE, só durante a pandemia mais de 8,5 milhões de pessoas deixaram o mercado de trabalho. No caso das mães solo, que somam mais de 11,5 milhões no Brasil, além do aumento dos riscos e dificuldades financeiras em decorrência da pandemia, ainda sofrem com uma sobrecarga mental e um maior acúmulo de tarefas devido à ausência de redes de apoio, como, por exemplo, as escolas.

Só na região que abrange a grande São Paulo, 27 em cada 100 mulheres que trabalhavam em 2019 perderam o emprego em 2020. Isso é alarmante e um retrocesso na garantia e acesso a direitos.

Foi nesse cenário que o Coletivo de Apoio à Maternidade Solo começou, em abril de 2020, bem no início da pandemia do novo coronavírus, apoiando cinco mães solo. Em dois meses, conseguimos dobrar o número de mães atendidas. Hoje, apoiamos cerca de 120 famílias que moram nas regiões norte e leste de São Paulo. Também ajudamos famílias das cidades de Itapevi e Osasco e também do distrito de Pirituba. Construímos essa ação através da soma de esforços de diferentes pessoas, pois entendemos que atuar coletivamente é o melhor caminho!

2021-04ABR23-Coletivo-ZN (20).jpg
Nossos projetos
WhatsApp Image 2021-03-12 at 18.07.06.jp

Doação de leite

2_edited.jpg

Doação de

frutas e verduras

WhatsApp Image 2021-03-19 at 13.59.29.jp

Doação de

cestas básicas

WhatsApp Image 2021-03-12 at 18.07.05.jp

Doação de fraldas

WhatsApp Image 2021-06-19 at 18.59.30 (1

Doação de Kits de higiene